A crónica sobre os miseráveis

A capa deste ‘‘Lagartos de Madeira e Zinco’’ anuncia um livro de crónicas, este género num pêndulo entre o Jornalismo, enquanto aquele texto que tenta ser um flagrante do real e a Literatura pela forma que este flagrante do real nos chega e as cores com que se pintam os quadros-textos para que o jornal […]

Vicente Sitoe aborda humanização na gestão de pessoas nas organizações em livro

Liderança,  formação, desenvolvimento de competências e a tecnologia ao serviço da gestão de pessoas, são alguns dos temas abordados por Vicente Sitoe em seu livro “Para uma Gestão de Pessoas Humanizadas”, lançado recentemente na cidade da Beira. Motivado a contribuir para a melhoria das condições de trabalho em Moçambique, o autor pretende, através deste livro, […]

“No cais do amor” uma antologia que celebra o amor

Os  autores Adérito Guirrugo, Ana Yasmin, Bachir Henriques Manhisse, Baptista Américo, Dalika, Elísio Miambo, Francisco Panguana Junior, Helder Tsemba, Hera de Jesus, Hermenegildo Mondlane, Hermenegildo Pinto, Mateus Nhamuche, Miguel Natha, Nhanisse Jah, Valério Mahunde uniram-se para celebrar o dia de São Valentim com a antologia poética intitulada “No cais do amor”. Recentemente lançado, o livro […]

“Fleuma” Janela para a alma na nova obra de Sangare Okapi

A mais recente obra do poeta Sangare Okapi, intitulada “Fleuma”, mergulha nas profundezas da experiência humana, explorando temas de dualidade e fragilidade que permeiam a condição humana. Lançado no dia 29 de janeiro na plataforma Ethale Books App, “Fleuma” é uma tapeçaria poética que tece metáforas florais sobre a melancolia, efemeridade e as complexidades do […]

Ode ao Rostos Desabitados [e] Fragmentos de Escuro 1 – CRÍTICA

A longa noite de escuridão imensa que devastou o Ocidente do século XX sinistrou o mundo global e levou os seus artistas a um niilismo situado nas margens do inconsciente à procura de uma ordem no acaso ironizando e desmistificando toda a cultura do passado, do presente e do futuro das humanidades. Intui-se aí o […]

Algumas notas sobre o livro  “Há exorcismos em Njofane” de Vitorino Ubisse

Sobre a obra há muito que se falar, no entanto, deixaremos uma parte o prefácio escrito por Adelino Timóteo onde escreve: ” A ferramenta deste livro de Ubisse é o coração da memória. Senão vejamos, a forte denúncia social patente no primeiro conto: «Isso já foi cidade!… O majestoso “Grande Hotel” é agora o centro […]

“O ardina de sapatos gastos” capta o quotidiano e invoca as imagens comuns

Alerto Bia é um escritor atento ao seu tempo e ao seu espaço, em o ardina de sapatos gastos, capta o quotidiano e invoca as imagens comuns. Os personagens deste livro são sem rostos definidos e sem massa corporal inteiramente palpável, quiçá o autor queira fazer com que todos se sintam representados nesta obra, ou […]