Hélio Nguane lança “Lagartos de Madeira e Zinco” um retrato aos bairros periféricos

O jornalista Hélio Nguane lançará  no dia 26 de Marco, as 18 horas na Fundação Fernando Leite Couto, a sua primeira obra literária, intitulada “Lagartos de Madeira e Zinco”.

A obra será lançada pela Fundação Fernando Leite Couto e é resultado da coluna “Retalhos e Farrapos”, veiculada no Jornal Notícias por aproximadamente três anos. O livro aborda o cotidiano moçambicano a partir de Mafalala e outros bairros periféricos da cidade de Maputo.

Os textos, em “Lagartos de Madeira e Zinco”.  reflectem uma jornada marcada pela paixão, experiência e reflexões, revelando o autor como um observador perspicaz da realidade que o cerca.

De acordo com uma nota do autor, o livro de crônicas simples ambiciona provocar reflexões sobre a vida e a sociedade moçambicana, ao mesmo tempo que faz uma viagem aos momentos marcantes de sua infância.

Hélio Nguane, natural de Mafalala, deu seus primeiros passos na escrita desde cedo. Com formação em Relações Públicas pela Escola de Jornalismo e Publicidade e Marketing da Escola Superior de Jornalismo, e na Escola de Comunicação e Artes da Universidade Eduardo Mondlane, dedicou-se desde cedo ao jornalismo.

Desde 2012, está imerso na escrita criativa e no jornalismo cultural. Fundador da plataforma “Mbenga Artes e Reflexões”, onde produz conteúdo jornalístico e forma jovens talentos, também colaborou no Jornal “Notícias”, onde atuou em diversas seções e assinou duas colunas.

Apaixonado pelo cinema, Hélio coordena, produz e sonoriza o programa de rádio “Cinema em Foco”, transmitido para os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

 

 

 

Compartilhar
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *